15 de out de 2011

Tentando me encontrar




Eu não me pareço com a barbie e não tenho todos os ideais de beleza.
Eu sonho acordada e choro sem razão – já chorei até pegar no sono, mas também já chorei de tanto rir.
Eu não saio de casa sem estar me sentindo bem, eu tento ser diferente, mas acabo sendo completamente igual.
De biologia eu entendo, mas em história sou uma negação - só conheço a história da minha vida.
Eu já fui chamada de perfeita e descobri que a perfeição cansa.
Eu posso ser muito querida, mas posso ser insuportável quando eu quero.
Eu já fui a garota dos sonhos de alguém.
Eu conheço muitas pessoas, mas posso contar nos dedos quem realmente são os amigos de verdade. Estes, eu os levo sempre comigo num cantinho bem especial do meu coração.
Sou tão simples. Sou tão complicada. Sou tantas coisas.
Experimento diversos caminhos até encontrar aquele que é a minha cara.
Já fiquei horas na frente do espelho tentando me (re)descobrir, me entender, saber quem eu sou de fato.

“Não sei amar pela metade.
 Não sei viver de mentiras.
 Não sei voar com os pés no chão.”

Um comentário:

Doutor Jr disse...

Linda,

Já diz a canção:

"Cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é!"

Se encontre, se descubra e me mostre sua autenticidade.

Beijos,

Junior.