30 de ago de 2011

Vale bem a pena pensar nisso...

"Nós vivemos, pensamos, agimos, eis o que é positivo; nós morremos, e isso não é menos certo. 
Deixando a Terra, para onde vamos? 
Em que nos tornaremos? 
Seremos melhores ou piores? 
Seremos ou não seremos?
Ser ou não ser, tal é a alternativa; é para sempre ou para nunca; é tudo ou nada; ou viveremos eternamente, ou tudo se acabará sem retorno."

(O Céu e o Inferno - Allan Kardec)

Ser feliz não é tão complicado

Gosto de coisas simples, como ver o pôr do sol, brincar com minha filha, assisti desenho animado, passear pelo bairro onde moro...
Ouvir alguém que precisa de atenção, sorri por coisas ridículas que faço...
Gosto de estar com alguém e deitar no colo para conversar, de chorar emocionada...
De fazer cafuné, de massagem, de abraçar os amigos e fazer aquela festa...
Gosto de banho de chuva...
De cantar no chuveiro e na casa toda (mas quando estou só...).
De acordar e ficar mais um pouquinho na cama, fazendo hora.
De andar descalça, de cheiro de chuva, de edredon...
Mas sou também muito chata com as minhas coisas.
Gosto de olhar nos olhos, de ser moleca, de raspar panela de doce, de amanhecer o dia namorando, de pensar na vida ouvindo música...
Gosto de pedalar e sentir o vento no rosto, dá uma sensação de liberdade; banho de mangueira também é uma boa pedida... Gosto de ouvir música deitada no chão, de dançar com Aninha, de amar, de demonstrar que estou feliz...
De ouvir uma música especial no mp3 e perceber que todos à minha volta estão me olhando sorrir...
De me sentir boba, de ver as pessoas na rua e imaginar o que estão pensando...
Gosto de passar pelos lugares que me trazem boas recordações, de balanço, de sair sem destino...
De dizer “Bom dia!”, “Boa tarde!, “Boa noite!” para quem não conheço...
Me preocupo com as pessoas que gosto e procuro ajudá-las no que for possível, nem que seja apenas para ouvi-las desabafar.
Gosto de sentar na praça de alimentação do shopping e fazer nada...
Comprar também é muito bom, mas compro mais para outras pessoas que para mim.
Gosto de dormir abraçada, de espreguiçar ao acordar, de ser acordada com um carinho, de imaginar como são as pessoas que nem conheço pessoalmente...
Gosto de escrever o que sinto, de sentir a brisa da manhã...
De andar de mãos dadas, de, às vezes, fingir que to bem para que as pessoas não se preocupem comigo...
Gosto de andar na praia...
De deitar na grama...
De brincar com sorvete a dois (em casa, é claro).
Também sou dengosa...
Gosto de lembrar dos momentos felizes da minha infância...
Gosto de assisti filme bem acompanhada e agarradinha.
Gosto de dizer “eu te amo” para as pessoas especiais, e olhando nos olhos; gosto de reunir amigos(as) para resenhar; violão, fogueira e vinho me atraem.
Gosto de fazer nada quando tenho muitas coisas para fazer...
Gosto de piadas, só não sei contar...
Gosto que me conquistem aos poucos, que os amigos sejam verdadeiros, gosto da minha cama (ela tem um poder de atração incrível sobre mim)...
Adoro surpresas!
Gosto de banho demorado, de inventar receitas (ou modificá-las – dá pro gasto).
Gosto de dormir com dois travesseiros... e com minha filhota.
Me arrependo das coisas que não fiz.
Amo ouvir música alta; as decepções estão me ensinando a viver melhor; as atitudes, para mim, são muito importantes; gosto quando demonstram que gostam de mim porque procuro fazer o mesmo...
Me apego muito fácil, tenho dificuldade em arriscar (mas não é impossível para mim)...
Gosto de sorri sem motivo, de sentar na calçada e olhar o céu à noite.
Gosto de carinho no pescoço, de flores, muitas flores...
Incenso tenho sempre, perfuma o ambiente, fica com a sensação de alegria.
Gosto de escutar o tom da voz, a maneira de falar, ouvir as palavras com atenção e tentar absorver o seu significado.
Faço as coisas que gosto, que acho importante...
Enfim, gosto de viver!!!

Um nada que leva a tudo

Hoje eu tô assim... assim...
Ah! Sei lá...
Quero escrever, mas hoje, só hoje, minha mente está vazia, limpa de informações , sem pensamentos, uma folha em branco que pede para ser preenchida com sentimentos expressos no dia a dia onde interessa apenas a quem são direcionados.
Olha!!! 
Até que estou conseguindo escrever algumas coisas. 
Coisas estas que podem até parecer sem sentido, mas que me ajudam a divagar entre estas linhas e até fazer com que apareça um sorriso tímido em meu rosto, mas que tem sentido.
E este tem sentido sim!!!

28 de ago de 2011

As (re)descobertas da vida

Muitas vezes me deparo com situações/informações na net que me proporcionam uma volta ao passado, seja ele cheio de coisas boas ou não. E esssas viagens me levam a (re)descobertas fantásticas, que me deixam extasiadas e ainda me contagiam com algo que se passou despercebido na época. Eu me rendi a esse (novo) mundo, mergulhei em ensaios de novas buscas.
Mas outros tipos de (re)descobertas também são interessantes: a falta de tempo que as pessoas dizem ter (é só se planejar), as pessoas que estão ao nosso lado (é só observar com mais carinho e atenção), as explicações racionais que a filosofia nos apresenta sobre os questionamentos humanos (temos a chace de nos conhecer mais intimamente) e o mundo inexplicável que nos envolve (como é bom mudar de ideia, rever conceitos e reformular minha opinião, isso é sinal de que as minhas inquietações e dúvidas estão a todo vapor).
MUDAR é fundamental!!!
Um novo jeito de ver a vida... que chega lentamente... nos faz refletir...

"Assovia o vento dentro de mim.
Estou despido, dono de nada, dono de ninguém, nem mesmo dono de minhas certezas, sou minha cara contra o vento, a contravento, e sou o vento que bate em minha cara."
(Eduardo Galeano)

Participei de muitas (re)descobertas comigo. Foi um período conflituoso, onde a razão e a emoção não se entendiam e nem davam trégua. Estas (re)descobertas estão na memória e no meu coração servindo de alicerce para muitas outras construções que vierem constituir o meu caminho.

27 de ago de 2011

Quem eu sou

A vida me mostrou / Que é pouco o que eu sei / Eu abro a porta / Pro que eu não perguntei / E assim eu vou / Procurando / Nos meus sonhos / Descobrindo quem realmente eu sou / Inventando / Um caminho / Libertando quem realmente eu sou / A vida é assim / Não vem com manual / E só perde quem não corre atras / Quem não joga o jogo / Por ter medo de errar / Mas quem se sente pronto pra viver? / Deixo o sol guiar o meu olha / E assim eu vou / Procurando / Nos meus sonhos / Descobrindo quem realmente eu sou / Inventando / Um caminho / Libertando quem realmente eu sou / (Quem realmente eu sou) / E o meu caminho vai / Sem medo de chegar / Só vou olhar pra trás / Pra ver o sol se pôr / Procurando / Nos meus sonhos / Descobrindo quem realmente eu sou / Inventando / Um caminho / Libertando quem realmente eu sou / Quem Realmente Eu Sou...
(Sandy)

E o fim ainda não está próximo...

 Se for bastante atento, perceberá que alguém fez isso, mas no meu caso, eu mesma faço. Perguntarão: "Mas por quê? Você vive pela net...". Eu sei... Mas a Química me corrói por dentro, me anula, me desespera, me deixa arrasada, sem ânimo pra nada. A única Química que eu aceitaria neste momento é a tal química entre as pessoas, seja ela no amor ou na amizade.
E o fim ainda não está próximo, o caminho ainda é longo, árduo, cheio de obstáculos a serem vencidos. O silêncio me incomoda, percebo estar sozinha nesta caminhada, apenas na companhia de livros e computador. Faço planos, mas não tenho como realizá-los por estar cercada de sentimentos que me conduzem ao esquecimento de tudo que me atrai.
REERGUER seria a palavra de ordem nesta desordem que me assola, após um período de afastamento, de ignorância, por onde viajei interiormente, me conhecendo melhor, conhecendo pessoas através das suas atitudes tão impensadas, ou quem sabe tão infantis, a ponto de pensar que poderiam deixar em panos quentes, acomodados, sentimentos tão verdadeiros da outra parte.
Fica um vazio...
Mas, também, a certeza de que este vazio será preenchido por um calor que emana do meu coração. Só me resta esperar pelo tempo certo, pelas atitudes corretas, tendo a paciência como aliada.
A vida se renova a cada instante. E com ela livro-me das amarras e, ao mesmo tempo, me desperto para um mundo que está à minha espera... "E lá vou eu..."

O que faltou ser

Noite cai
Então o que chegou?
Noite vai
Então o que sobrou?
Do olhar seguro e das promessas que eu ouvi
De amar, de ser um só, de nunca desistir

Não me escondo do medo
De não me reerguer do silêncio
De uma vida sem você
De tudo que faltou ser

Noite cai
Por que não traz pra mim?
Noite vai
Não leva o que eu vivi
Enquanto, mesmo longe, eu te senti aqui
Enquanto a verdade soube conduzir

Não me escondo do medo
De não me reerguer do silêncio
De uma vida sem você
De tudo que faltou ser


Se tudo que eu sou foi sempre seu
E agora você levou tudo que eu sabia de mim
E agora

Não me escondo do medo
De não me reerguer do silêncio
De uma vida sem você
De tudo que faltou ser


(Sandy)

24 de ago de 2011

Pedaços de Vida Embrulhados

É desse jeito que percebo as minhas lembranças: Pedaços de Vida. O embrulho é por conta do tipo de lembrança.
Adoro aquele papel celofane furtacor. Nele embrulho minhas melhores lembranças, aquelas que desejo um retorno, que me fazem bem, que me alegram e me deixam dopada de satisfação.
Já as outras lembranças, aquelas que não gosto, faço questão de trancá-las numa caixa com correntes e cadeados e deixá-las num lugar onde minha  vista não alcança. Mas por que não as jogo fora? Porque através delas também aprendo lições e busco ensinamentos para continuar meu caminho, almejando uma vida feliz, tranquila, repleta de realizações.
As melhores lembranças são as da infância:
  • casa da vó... nossa, como era bom!!!
  • uma viagem de férias também deixaram excelentes lembranças...
Mas também estão presentes lembranças pós infância, vida adulta também marca muito:
  • os trabalhos que mais pareciam diversão...
  • a formatura... mais uma etapa alcançada...
  • o nascimento da minha Princesa... só emoção!!!
Neste momento meus pensamentos viajam também pelas lembranças de filmes e músicas que embalaram diversas fases da minha vida. Pessoas que passam e deixam um registro da sua importância num coração onde sempre são bem vindas. E objetos utilizados em instantes, mesmo que rápidos, mas que foram guardados na memória e em algum lugar especial, fácil de ser manipulado.
Que as boas lembranças sejam eternas e as outras sejam substituídas por aprendizados capazes de promoverem a Evolução Espiritual de que tanto preciso.

21 de ago de 2011

Assim seja...


Evoco a Mãe Natureza para que ela me permita usufruir desta beleza ímpar, repleta de uma imensa luminosidade e equilíbrio constantes.
Peço permissão também para desfrutar da calmaria que esta pintura emana, da transparência de sentimentos que ela provoca e dos doces sabores percebidos apenas quando se prova as delícias de um encontro perfeito nos arredores desta imensidão.

Para sempre!!!

União
Estabilidade
Segurança
Companheirismo
Cumplicidade
Tudo isso regado a muito AMOR!!!

Destino Traçado


Uma vida nas minhas mãos!!!

Pés Descalços

Minha base de sustentação.
Minha direção.
Com você... caminhos longos até onde o vento faz a curva.
Destino incerto na certeza de uma cumplicidade que envolve também carinho, quereres e vontades superiores a qualquer outro mundo que estiver aos meus pés.

13 de ago de 2011

Viagem no tempo, saudades à vista

Noite de sábado! Aqui estou, mais uma vez, de cara com esta tela que até me inspira de certa forma.
Amanhã é Dia dos Pais... Saudades do meu... Distante de mim a 15 anos, distância física, é claro, mas em pensamento sempre presente. Faz falta, muita falta! O carinho comigo, as encrencas de um pai ciumento, as discussões por causa da roupa que estava usando e até das minhas malcriações... Hoje dou risada quando lembro. Porém, não consigo olhar por muito tempo uma foto do meu pai; choro que nem uma condenada... Condenada à saudade, aos abraços e beijos que não tenho mais.
Se o tempo voltasse e eu pudesse interferir, não o deixaria partir. Hoje estaria babando pela sua neta, tão esperta e que ia dar um trabalhão!!! Eu ia rir muito...
Não vou me extender muito, mas nem sei como terminar este post...
Feliz Dia dos Pais!!!

11 de ago de 2011

Os 30 mais da minha existência

É mto difícil fazer essa lista de videoclips, levei horas e horas para TENTAR colocar algo aki que fosse especial para mim. Não tem uma ordem cronológica nem de preferência. Vamos lá!!!

1 Katy Perry – Last Friday Night
http://www.youtube.com/watch?v=KlyXNRrsk4A&ob=av2e

2 Wang Chung – Dance Hall Days
http://www.youtube.com/watch?v=V-xpJRwIA-Q&ob=av2e

3 Morrissey – Suedehead
http://www.youtube.com/watch?v=0AvuweztG4Q&ob=av2n

4 Alphaville – Big in Japan
http://www.youtube.com/watch?v=c98qdFQF7sw

5 Pet Shop Boys – It’s A Sin
http://www.youtube.com/watch?v=y7I5UaB7mx4

6 The Pretenders – Back on Chain Gang
http://www.youtube.com/watch?v=CK3uf5V0pDA

7 Culture Club – Karma Chameleon
http://www.youtube.com/watch?v=JmcA9LIIXWw&ob=av2e

8 Naked Eyes – Always Something There to Remind Me
http://www.youtube.com/watch?v=zMAe31FFHbo&ob=av2e

9 Crazy Frog
http://www.youtube.com/watch?v=fOuV6qSJxXo&feature=related

10 The Smiths – The Boy With The Thorn In His Side
http://www.youtube.com/watch?v=DYp2LGKOF_M

11 Wham! – Wake Me Up Before You Go-go
http://www.youtube.com/watch?v=pIgZ7gMze7A&ob=av2e

12 Simple Minds – Don’t You Forget About Me
http://www.youtube.com/watch?v=jpc7TBhilFI

13 A-ha – Take on Me
http://www.youtube.com/watch?v=djV11Xbc914&ob=av2e

14 Jennifer Lopez feat Pitbull – On The Floor
http://www.youtube.com/watch?v=t4H_Zoh7G5A&ob=av2n

15 Information Society – Think
http://www.youtube.com/watch?v=-XlG3zyeVTU

16 Blondie – Maria
http://www.youtube.com/watch?v=VoOG7LEyUJ0

17 Peter Murphy – Cuts You Up
http://www.youtube.com/watch?v=bpz2AWu4PZg

18 Simple Red – For Your Babies
http://www.youtube.com/watch?v=xv4HOh9uwLc&ob=av2e

19 Oingo Boingo – Stay
http://www.youtube.com/watch?v=JL97CeQ-GcU

20 The Cranberries – Linger
http://www.youtube.com/watch?v=G6Kspj3OO0s&ob=av2e

21 Alexia – Happy
http://www.youtube.com/watch?v=HxgQ6YaI4V0&feature=related

22 Taio Cruz – Telling The World
http://www.youtube.com/watch?v=4JK_Lg8P7PU

23 Cher – Believe
http://www.youtube.com/watch?v=LbXiECmCZ94

24 Deee-Lite – Groove Is In The Hear
http://www.youtube.com/watch?v=etviGf1uWlg&ob=av2e

25 Jewel – Who Will Save Your Soul
http://www.youtube.com/watch?v=0wBDDAZkNtk&ob=av2n

26 Spin Doctors – Two Princes
http://www.youtube.com/watch?v=wsdy_rct6uo&ob=av2e

27 Coldpaly – Every Teardrop Is A Waterfall
http://www.youtube.com/watch?v=fyMhvkC3A84&ob=av2e

28 Green Day – Good Riddance (Time of Your Life)
http://www.youtube.com/watch?v=CnQ8N1KacJc

29 Depeche Mode – I Just Cant Get Enough
http://www.youtube.com/watch?v=a84L1hVVEls&ob=av2e

30 Extreme – More Then Words
http://www.youtube.com/watch?v=UrIiLvg58SY

Mas não consegui resisti e acrescentei mais estas:
31 Aerosmith – Crazy
http://www.youtube.com/watch?v=NMNgbISmF4I&ob=av2e

32 Lady Gaga – Eh Eh Nothing Else I Can Say
http://www.youtube.com/watch?v=mVEG793G3N4

Poxa, como é complicado sair da frente do pc e aceitar APENAS estes videoclips. Mudei diversas vezes. Sei que esta lista não está concluída, muitas mudanças ainda estão por vir, mas, por enquanto, é isso aê…

9 de ago de 2011

Don't You Remember (esse é o meu hoje)

When will I see you again?
You left with no goodbye, not a single word was said,

No final kiss to seal any seams,
I had no idea of the state we were in,
I know I have a fickle heart and bitterness,
And a wandering eye, and a heaviness in my head,
But don't you remember?
Don't you remember?
The reason you loved me before,
Baby, please remember me once more,
When was the last time you thought of me?
Or have you completely erased me from your memory?
I often think about where I went wrong,
The more I do, the less I know,
But I know I have a fickle heart and bitterness,
And a wandering eye, and a heaviness in my head,
But don't you remember?
Don't you remember?
The reason you loved me before,
Baby, please remember me once more,
Gave you the space so you could breathe,
I kept my distance so you would be free,
And hope that you find the missing piece,
To bring you back to me,
Why don't you remember?
Don't you remember?
The reason you loved me before,
Baby, please remember me once more,
When will I see you again?
(Adele, álbum 21)

Nem preciso dizer como conheci Adele (claro que através do Zeca Camargo; falou em música, pode saber que ele está por trás). O álbum 21 é perfeito, todas as músicas são ótimas. A mais conhecida e mais tocada é a Rolling in the deep, mas para não ficar na mesmice, resolvi colocar como post Don't you remember, mas tem também Turning tabels, Set fire to the rain, We won't go e todas as outras...

Os 10 anos sem fim

Falar sobre as histórias de Harry Potter é fácil. Algo atraente, fixação inexplicada. Inexplicada não: explicada pelo carisma desse bruxinho tão fascinante, acompanhado de uma turminha pra lá de encantadora.
A 10 anos atrás comecei a conhecer HP apenas por curiosidade. Com o passar dos anos a curiosidade foi substituida por um sentimento de pertencimento, ou seja, faço parte deste mundo mágico, cheio de aventuras e lições de vida.
Assistir ao "último" filme da série foi uma mistura perfeita entre tristeza e euforia, algo semelhante ao sentimento de nostalgia; e eu não sabia ao certo o que fazer. Seria preciso ser um poeta para conseguir descrever o sentimento de uma legítima "trouxa" que sou.
Mas, e agora? A série chegou ao fim. Ficou um vazio, um espaço que antes era preenchido pela expectativa do próximo livro e/ou filme. Não haverá mais nada para se esperar. É difícil aceitar o fim. Como seguir sem meu HP?
O sentimento de que tudo chegou ao fim está aflorando agora, uma despedida deste mundo tão fantástico, iluminado e efervescente, onde podíamos nos transportar e vivenciar as melhores aventuras. É tão incrível a sensação de saber que tudo aquilo que eu amo um dia acabou. Agora eu me vejo hoje, uma década depois, chorando pelo fim desta série que me acompanhou por todos esses anos. Mas não é um fim de verdade, é apenas o começo de uma lenda.
Ficarei orgulhosa ao ler os livro para minha princesa; os filmes ela já assiste. Relembrar aquela AMIZADE do trio e mostrar pra ela todas as lições de vida que HP trouxe na minha vida.
Enquanto houver uma pessoa que acredite na magia, ela NUNCA ACABARÁ!
Na mente e no coração apenas lembraças inesquecíveis. E para matar as saudades os livros estão num lugar privilegiado da estante e os filmes na minha videoteca especial.

Sem sombra de dúvidas!

Se tentar fazer ma lista de músicas foi uma angústia, selecionar alguns filmes, para mim, é muito mais fácil. Adoro filmes e não tenho dúvidas ao escolher alguns.
1. Todos os filmes da série Harry Potter (sem comentários)
2. Todos os filmes com Tom Hanks (para mim, é o melhor ator)
E agora, alguns em particular:
3. As brumas de Avalon (essa versão da história do rei Arthur foi a que mais gostei)
4. Déjà Vu (filmaço, muita atenção senão perde "o fio da meada")
5. Curtindo a vida adoidado, Viagem insólita (lembranças da adolescência)
6. O último templário (minha curiosidade sobre as sociedades secretas)
7.  Shrek (o Ogro perfeito)
E tantos outros que ainda estão na fila de espera para serem assistidos.

7 de ago de 2011

Escolha cruel

A partir de um post do Zeca Camargo, "Como começar um canal de música" (04 de agosto, 2011) percebi o quanto é difícil fazer uma lista com apenas 5 músicas preferidas. Como desafio, fiz um comentário postando a seguinte relação musical:
1. John Mellencamp - Ain't Even Done with the Night
2. Snow Patrol - Beginning to get to me
3. Blondie - Maria
4. Adele - Don't You Remember 
5. Coldplay - Every Teardrop is a Waterfall
Levei um certo tempo para chegar a esta conclusão, algumas horas para ser mais exata.
Após enviar o comentário, percebi que poderia ter incluído outras músicas, tais como:
6. Anita Ward - Ring my bell
7. Bee Gees - Alone
8. Katy Perry - Last Friday Night
9. Double You - Definitely Sure (versão remix)
10. To Somedo - Falta Di Bo
Nova confusão mental: como posso escolher apenas 5 músicas dentre tantas que sou apaixonada, que movem minha vida? Não sou competente para isso.
Bom... os dedos coçam para colocar mais algumas músicas...
11. The The -This is the Day
12. Pet Shop Boys - West and Girls
13. Casting Crowns - Who Am I
14. Queen - We Will Rock You
15. Lady Antibellum - Need You Now
E mais umazinha pra fechar essa seleção que pretendia ter apenas 5 músicas, não poderia deixar de tê-la aqui:
16. Lady Gaga - Eh Eh (Nothing Else I Can Say)
É... pra quem gosta de música, essa tarefa se torna um tormento, pois quanto mais se seleciona, mais se quer.

6 de ago de 2011

Como sobreviver?

Nossa...
Neste fim de semana estou me sentindo exatamente como as pessoas nesta obra de Thomas Struth, pequenininha, na imensidão deste mundo cheio de imensos afazeres que nem sei por onde começar. Acho que diriam: "Começa pelo começo!", mas nem sei onde ele fica, talvez esteja se escondendo, fugindo de mim ou querendo me deixar numa "sinuca"... eu preciso começar.

Thomas Struth
Mas me sinto assim também: de cabeça para baixo pelo mesmo motivo já citado. Os sentimentos flutuam em uma desordem fantástica e eu não sei como arrumá-los. Mas ainda tenho um tempo, curto, onde pedirei a ajuda da paciência e do bom senso para por tudo no seu devido lugar.

Porém, preciso falar em algo que está ao meu lado, firme e forte: a minha bagunça organizada. E ninguém tente arrumá-la, lá sei onde encontrar cada papel, cada objeto desejado em determinado momento. Consigo me entender com ela.

Todas essas imagens estão reunidas no meu fim de semana. Vou domá-las, deixá-las mansas, obedientes... Assim, poderei recomeçar de um ponto almejado pelo meu corpo e pela minha mente.
Enfim, sossego!!! 

O desenrolar de uma vida

Durante todo o fim de semana (23 e 24 de julho, 2011) lia-se e ouvia-se falar em Amy Winehouse. Eu nunca ouvi, sequer, uma música dela. Para conhecer um trabalho de um artista, tenho que me sentir atraída por este trabalho seja através de um comentário de um amigo, um blog, uma entrevista, etc. Sobre Amy só ouvia falar da sua vida pessoal, dos escândalos que tanto a cercavam. Porém, somente agora, após sua morte, li sobre seu melhor trabalho: Back to Black. Encontrei o cd... comecei a escutá-lo. Acho que ainda há tempo de começar a gostar das suas músicas. Sinto muito ter sido desta maneira.

Desvendando símbolos e revendo conceitos

É incrível: as pessoas são preguiçosas em relação à leitura ou simplesmente não sabem ler?
Com a facilidade da net em fornecer uma infinidade de informações em tão pouco tempo, as pessoas não se preocupam em ler o que realmente interessa. Um exemplo bem comum são textos postados em blogs. Quando se deparam com um texto longo, leem apenas o início ou vão logo para os comentários. E quando é para se realizar algum trabalho acadêmico, lá vem o "copiar" e "colar".
Ler livros faz muito a diferença na vida das pessoas, sejam elas leituras acadêmicas ou por mera distração, ou ainda informativas. Não importa o motivo da leitura. Ler pode nos remeter às lembranças do passado, pode nos transportar para o futuro, para lugares desconhecidos, sem falar na grande quantidade de conhecimentos adquiridos através desta ferramenta antiga mas, ao mesmo tempo, tão necessária.
Como um tema leva a outro, a escrita manual também está sendo deixada de lado como a leitura. Ela está sendo substituída à medida que o uso do computador é disseminado. Segundo a neurocientista Elvira Souza Lima, em entrevista à revista Veja (27 de julho, 2011) "pelas habilidades que requer, o exercício da escrita manual é mais sofisticado, por isso põe o cérebro para trabalhar com mais vigor". Sem falar que o ato de escrever contribui para uma melhor fluidez na leitura.
Como finaliza a reportagem da revista Veja, "escrever a mão corre o risco de se tornar apenas mais um registro do passado guardado em arquivo digital".
Uma boa leitura a todos.
E muitas escritas pela vida.