6 de ago de 2011

Desvendando símbolos e revendo conceitos

É incrível: as pessoas são preguiçosas em relação à leitura ou simplesmente não sabem ler?
Com a facilidade da net em fornecer uma infinidade de informações em tão pouco tempo, as pessoas não se preocupam em ler o que realmente interessa. Um exemplo bem comum são textos postados em blogs. Quando se deparam com um texto longo, leem apenas o início ou vão logo para os comentários. E quando é para se realizar algum trabalho acadêmico, lá vem o "copiar" e "colar".
Ler livros faz muito a diferença na vida das pessoas, sejam elas leituras acadêmicas ou por mera distração, ou ainda informativas. Não importa o motivo da leitura. Ler pode nos remeter às lembranças do passado, pode nos transportar para o futuro, para lugares desconhecidos, sem falar na grande quantidade de conhecimentos adquiridos através desta ferramenta antiga mas, ao mesmo tempo, tão necessária.
Como um tema leva a outro, a escrita manual também está sendo deixada de lado como a leitura. Ela está sendo substituída à medida que o uso do computador é disseminado. Segundo a neurocientista Elvira Souza Lima, em entrevista à revista Veja (27 de julho, 2011) "pelas habilidades que requer, o exercício da escrita manual é mais sofisticado, por isso põe o cérebro para trabalhar com mais vigor". Sem falar que o ato de escrever contribui para uma melhor fluidez na leitura.
Como finaliza a reportagem da revista Veja, "escrever a mão corre o risco de se tornar apenas mais um registro do passado guardado em arquivo digital".
Uma boa leitura a todos.
E muitas escritas pela vida.

Nenhum comentário: