16 de out de 2011

Sobre almas

Tudo isto é muito complicado de entender. Mas vamos lá...

"Todas as almas com quem criamos laços familiares nos estão predestinadas. Sejam elas almas afins, sejam elas almas com quem trazemos problemas do passado, sendo estas a grande maioria.
Toda a nossa vida obedece a um programa predefinido por nós, com maior ou menor ajuda. Somos nós quem escolhe as provas e, como tal, somos nós que escolhemos, ou aceitamos, as pessoas que vão estar envolvidas nessas provas. O que é verdade para mim é verdade para o outro. Daqui resulta que existe concenso na aceitação da vivência em comum. Isto é verdade para todas as situações porque as leis naturais são de padrão cósmico e, como tal, comuns a todos os seres.
Quando nos ligamos a uma alma afim é porque, em resultado de vivências anteriores, atingimos níveis vibratórios semelhantes. São almas que se ama naturalmente, na manifestação daquilo que é.
Quando nos ligamos a almas com as quais não nos afinizamos é porque existem problemas do passado que são necessários ultrapassar. Mas depois de ultrapassados nós nos tornamos almas afins. Ou não será?
Daqui resulta que me irei afinizar com todas as almas que se cruzarem na minha vida ao longo dos milénios que demorar a atingir a perfeição. E eu só serei perfeito se amar todos de igual modo. Como irei escolher uma, então, para caminhar comigo?
Não será esta coisa das almas gémeas e afins coisa do ego humano?
Não estaremos pretendendo refugio num amor egoista só porque nos sabe bem?
É que enquanto não nos desapegarmos de tudo, incluindo as pessoas, não atigiremos a perfeição.
Todo o Ser da criação terá que ser amado de igual forma."

(Atlante)

Um comentário:

Doutor Jr disse...

Oi Linda,

Ah, a codificação Kardecista, a base do Espiritismo, nos mostrando o quanto somos falhos e o quanto temos oportunidades de evoluir, de crescer como seres de amor até recebermos a iluminação.

Desafios, provações, sempre existirão no nosso caminho, o que seria de nós se não recebêssemos uma mão estendida de um espírito amigo, uma alma gêmea, alguém que vem para a terra, nesta encarnação, para nos auxiliar e ser auxiliado por nós.

Acredito que o acaso não existe, nossos caminhos se cruzaram porque havia essa programação, cabe a nós aceitarmos o desafio que nos é imposto e caminharmos juntos para a evolução.

Você sabe que fico impressionado com a sintonia que temos, isso parece indicar mesmo que temos um desafio a cumprir, vamos faze-lo da melhor forma que pudermos

Beijo com carinho,

Junior.