25 de set de 2011

Asas de borboleta

Este poema foi escrito pela minha mãe em 28/02/06. 
É o poema dela que mais gosto...

Poder voar, voar,
Sonhar, sonhar,
Com a esperança colorida,
Com o véu descortinado,
Com o amor suado,
Com o desejo.

Cintilar, cintilar,
Abrir as asas, voar,
E conquistar você.

E jogar tudo pro alto.
E mergulhar numa paz
Com turbilhão e calmaria,
Com sabor de alegria,
E ser feliz, e viver.
                                                   (Neuza Freitas) 

Nenhum comentário: