10 de abr de 2012

Hoje os ( ? ... " " ) são meus


Acho que, ultimamente, tenho pensado muito. E estes pensamentos estão pesando demais em mim, sobre meus ombros. Poderia, simplesmente, deixar as coisas acontecerem sem maiores questionamentos e entendimentos. Mas minha cabeça não funciona desta maneira, quero sempre entender o motivo de determinadas falas e atitudes. Quero entender as mudanças das pessoas - elas mudam?, ou são apenas máscaras que caíram para uns e outros e não para mim? - que eu acabo percebendo de alguma forma.
Me acham distante, distraída, mas não sou. Esta é uma forma que encontrei para observar a tudo e a todos. Os pequenos detalhes, gestos, olhares, as mínimas palavras me encantam. É estranho este tipo de encantamento? Pode ser. Mas é a partir dele que eu me lanço em mundos exclusivos, cobertos por uma camada, às vezes fina, às vezes grossa, de sentimentos de defesa contra si, contra o que se é para mostrar, mas não se tem coragem.
É exatamente isto que eu procuro nas pessoas: o seu ser mais íntimo a partir da descoberta desta camada, a revelação das verdadeiras pessoas que se escondem por diversos motivos: por serem fúteis, preguiçosas, descaradamente sem caráter, falsas. E as falsas são as que mais me incomodam por eu saber como realmente são e comparar com aquilo que me é mostrado. É altamente decepcionante você perceber, ter a certeza desta camada em pessoas que são próximas, que fazem parte do seu cotidiano, e não entender o porquê delas agirem assim. Este é o meu desencanto.
O que eu faço diante desta situação? Que atitude eu terei? Ainda não sei. Faço apenas como Kid Abelha sugere nesta música...


Um comentário:

deiafofa disse...

Oi!!!
Bel como é difícil lidar com gente que é fingida. Sei bem como é,acho que devo ter um ima pra esse tipo de gente. Depois da decepção,mato a pessoa,mesmo que tenha de conviver ela pra mim fica sendo um adereço. As vezes consigo reconhecer quando se aproxima da minha vida pessoas assim e já trato de descartar,pois pra esse tipo eu sou só mais uma 'pata'.
Beijos Gordos
Deiabelmonte