15 de jul de 2012

Uma dica preciosa

"A forma como enxergamos o mundo, 
o recorte que fazemos e as interpretações que damos 
passam por toda nossa história e pela bagagem 
que trazemos ao longo de várias gerações." 
(Natércia Tiba)

A poucos dias terminei de ler um livro que eu considero, daqui pra frente, meu livro de cabeceira.


Por indicação de uma conhecida no twitter (@fernandareali), me interessei por este livro e fui em busca de mais informações sobre ele na net. Desta forma,  acabei conhecendo e conversando (leia-se: tuitando) com a autora Natércia Tiba (@natercia_tiba). Ela é um encanto de pessoa.

Sobre o livro: perfeito. 
É gostoso de ler, leve, descontraído. É um livro de crônicas, onde encontramos situações diversas que envolvem o universo feminino. E olha que eu me (re)conheci lá muitas vezes. Os textos abordam os infinitos desafios dos relacionamentos e da nossa rotina como mãe, filha, irmã, esposa, profissional, mulher. Não pense que vai encontrar receitas nem fórmulas mágicas para lidar com toda essa gama de momentos tão diversificados. Eles nos remetem à reflexão, a um autoconhecimento a partir de observações de acontecimentos que, muitas vezes, nos passam despercebidos durante nossa vida tão repleta de afazeres.

"Cada pessoa precisa assumir sua vida, suas características, dificuldades e qualidades para que possa caminhar sozinha. Nunca teremos controle total das nossas vidas, entretanto o autoconhecimento é fundamental para que se possam desenvolver disciplina, autonomia, autoestima e responsabilidade, ferramentas importantes para lutarmos pelos nosso sonhos e ideais." 

"O importante é saber da importância desse sentir, de se ouvir, olhar para dentro e se apropriar das sensações." 
"Mas como podemos saber de nós se não pararmos para nos conhecer, nos ouvir e nos apropriar de nosso universo interno?" 

E aqui, meu exemplar com um carinho muito especial.



Nenhum comentário: