18 de jul de 2012

A decepcionante história da vida

Pessoas são pessoas.
Distintas entre si.
Apesar das diferenças, espera-se respeito. Amizade, talvez. Mas isso é um sonho que, na minha percepção e (con)vivência, a cada dia, torna-se distante.
As escolhas que fazemos ao longo da vida são apenas nossas, não pertencem a mais ninguém. É na hora da dificuldade e da angústia que (re)conhecemos aqueles que nos entendem, confortam e apoiam. Uns veem, outros vão... A vida continua. E, assim, estou evoluindo espiritualmente. A tendência é tudo se encaminhar na mais perfeita ordem, com uma visão nítida dos acontecimentos. Tudo em seu devido lugar.
Vamos em frente!!!

"... o sol se ergue no dia seguinte e uma nova jornada começa, permitindo-lhe reparar o tempo perdido, para ele também, depois da noite do túmulo, brilhará o sol de uma nova vida, na qual poderá aproveitar a experiência do passado e suas boas resoluções para o futuro." 
(O Evangelho Segundo o Espiritismo, Allan Kardec, capítulo V, pág. 73, edição de bolso)

Um comentário:

Aleska disse...

Oi! Pode postar sim se quiser. Até o dia do sorteio do livro estou recebendo contribuições. Beijos!