21 de out de 2010

ノスタルジア (Nosutarujia)

O que fazer diante da saudade?
Dizer-lhe adeus?
Cumprimentá-la?
Convidá-la a sentar?
Difícil situação!
Não sei se me distraio, se paro e penso, não sei se vou à frente ou volto. Só sei que sinto saudades, muitas saudades de você, da convivência, dos gestos sinceros, das palavras amenas, do carinho explícito. Um tempo interminável, inesquecível, inigualável.

Nenhum comentário: