17 de out de 2010

Achado

Te vejo com pressa, correndo. Mas, o interessante é que, te achei. Entre encontros e desencontros, você estava aqui. Escolhi não te esquecer e, para sempre, também estar aqui em meio a essa avalanche de sentimentos, que muitas vezes faz estragos, outras não. A construção me pareceu sólida, mas, no achado, parece abalada por alguns sorrisos não encontrados. Alguns obstáculos são necessários para uma certeza mais que certa, para os passos na direção exata, até que se depare com a tua presença ou a minha loucura.

Nenhum comentário: