3 de mai de 2012

Livre, leve e solto

Hoje acordei ouvindo The fevers. 
E uma música em especial me fez parar: "Ninguém vive sem amor".


Me chamou atenção a seguinte frase:

"Todos dizem
  Só se esquece um grande amor
  Quando um novo amor encontrar"

Não concordo.
Se ainda existe um grande amor no coração, como conviver com uma outra pessoa pensando nesse grande amor? Há comparações a serem feitas a partir de palavras, gestos, atitudes. Não devemos querer substituir esse amor por outro. 
Não existe receita para esquecer um grande amor. Temos que, primeiro, entender as nossas necessidades. Um coração livre de amarras está pronto para um novo grande amor. E como livrá-lo do antigo? Só o tempo. Este sim é o grande aliado.
Experiência própria. 
Com ganho de causa.


Nenhum comentário: