3 de mar de 2012

Entre o SER e o QUERER


Minhas mãos têm calos
De tanto escrever no livro da minha vida

Meus pensamentos flutuam
Num emaranhado de ideias

Meus sentimentos se confundem
Com o hoje e o amanhã

Meu coração derrete
Diante de olhares, carinhos e sorrisos

Minha lucidez é tão transparente
Quanto as janelas da minha vida

E o meu caminho é livre
Para ir de encontro a você

Um comentário:

deiafofa disse...

OI!!!
Bel que texto lindo!!!
Expressa tanto com tão poucas palavras.
Beijos gordos
Déia