30 de mar de 2011

Vínculo Afetivo

Como começar a falar deste assunto tão antigo e tão atual?
Sei que pode parecer conversa feminina (não gosto do termo feminista), mas não é. Minhas reflexões são resultado de diversas leituras e pesquisas sobre o tema. E se vocês pararem pra pensar, concordarão comigo.
Num primeiro momento de encontro com alguém que lhe interessa, o homem só visa o sexo. Ele corteja, sai para jantar, cinema, dançar... Mas, no final das contas, o que ele almeja? Sexo. Isso é intrínseco à natureza masculina.
Já a mulher é diferente. Ela busca o lado do conhecimento da pessoa, o caráter, valores...
São posturas bastante diferentes, não adianta tentar mudar um ou outro. Essas diferenças me lembram algumas leituras: a música "Amor e Sexo (Rita Lee) e os livros "Amor é prosa, sexo é poesia" (Arnaldo Jabor) e"Por que os homens fazem sexo e as mulheres fazem amor" (já citei em outro post, ñ lembro o nome dos autores). São comparações que têm até uma certa lógica se pensarmos na história do homem que "começa" na pré-história até os dias atuais. O homem caçador - não há descrição melhor para este indivíduo tão fugitivo de um Vínculo Afetivo.
Não vou aqui tentar explicar o porque desses mundos tão opostos, a psicologia passa longe de mim. Apenas deixo registrado minhas iniciais reflexões com o objetivo de instigar reflexões posteriores acerca deste tema.

Nenhum comentário: