11 de mar de 2011

Um brilho intenso no olhar ao te ver.
O coração dispara ao te perceber.
A voz treme ao te ouvir.
As palavras ficam presas, mas o olhar diz tudo.
Todo esse sentimento enraizado em mim parece não corresponder à minha razão. Um misto de "quero" com "não devo" me rodeiam, me tentam a fazer tudo diferente. De lá pra cá ando por caminhos nunca antes explorados, numa intensa armadura que não se romperá por perceber que a realidade é razão, que ela é a certeza de uma segurança fantasiosa, que o meu mundo interior não será explorado.
Engana-se o mundo, distrai-se as pessoas, mas a si somente o verdadeiro sentimento será mostrado. Nas entrelinhas ficam apenas o que se quer que seja percebido, mas a torcida é para que nada seja revelado.
Angústias, dúvidas, medo, transformações... Tudo junto e misturado num recipiente propício ao desencanto e aos pés no chão dando suporte e força no caminho a ser seguido.

Um comentário:

Moreau disse...

QUANDO LEIO OS TEXTOS QUE VOCÊ ESCREVE, ME VEJO EM OUTRA DIMENSÃO, POIS QUANDO ESCREVE, USA SEU CORAÇÃO, ENTAO ME SINTO PARTE DO QUE ESTOU LENDO, ME IDENTIFICO E VEJO QUE AINDA EXISTEM PESSOAS SINCERAS, ESPECIAIS, QUE PODEM APENAS COM UM TOQUE, NOS ELEVAR, ALEGRAR, MOSTRAR QUE VALE A PENA PROSSEGUIR,SUA ESCRITA E PARTE DE VOCÊ MESMA, ESCRITO NÃO PARA AGRADAR LEITORES, MAS PARA MOSTRAR UM POUCO DAQUILO QUE VOCÊ MESMA É, PARABENS, BJ DO MARCOS