28 de out de 2012

Quintaneando

Gramática da Felicidade
 
 
Vivemos conjugando o tempo passado (saudade, para os românticos) e o tempo futuro (esperança, para os idealistas). 
Uma gangorra, como vês, cheia de altos e baixos - uma gangorra emocional.  
Isto acaba fundindo a cuca de poetas e sábios e maluquecendo de vez os Homo sapiens
 Mais felizes os animais, que, na sua gramática imediata, apenas lhe sobra um tempo: o presente do indicativo. 
E que nem da tempo para suspiros...
 
Mário Quintana
(In A vaca e o Hipogrifo)
 

4 comentários:

Marina disse...

Que texto bonito! Os animais com certeza são mais felizes, não pensam no passado e nem imaginam o futuro, o que importa pra eles é o presente ^^

Palavras Vagabundas disse...

Bel seja muito bem vinda lá em casa.
Mário Quintana sempre tão sintético e certeiro.
bjs
Jussara

Lets disse...

Belas palavras!
Lindo!

Um beijo e ótimo final de semana!

Lets

Cinthya Rachel disse...

Oláá! Visita http://www.brilhandoemeioastrevas.blogspot.com.br/ e segue que eu te sigo de volta. Beijãão! Amei seu blog *--*